Domingo, 4 de Março de 2007

O mar que é nosso , que tudo nos dá e que tira...

Ao olhar para o imenso mar que banha a costa algarvia, fiquei com vontade de escrever um poema em memória daqueles que fazem do mar a sua vida. Os pescadores, os mergulhadores, cientistas... e aqui fica!

 

Mar
 
Sol e Sal
Água de Portugal
Oceano que banha a costa
Areia que se espalha por baixo de ti
Água que se evapora
Chorando nos campos por aí
Meu mar salgado
De lágrimas que caíram
Pelos que partiram
Que vão continuar
A cair pelos que jamais irão voltar!
 
Marco Viana 3-3-2007
publicado por Ir0ns às 18:46
link do post | comentar | favorito
|

.Perfil

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Desabafos de duas Almas p...

. Amor, dois corações, um s...

. Anjos

. E se de repente , tudo nã...

. O que é um poema sem títu...

. Tudo não passa de um ilus...

. Um novo recomeço!

. Quando as saudades aperta...

. Poesia e música

. ...

.arquivos

. Setembro 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Março 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds