Segunda-feira, 5 de Março de 2007

Há 8 anos atrás...

O poema que hoje posto foi feito há 8 anos atrás, muito tempo não, será que alguma coisa mudou!? Sem falar da idade e de muitas peripécias vividas, acho que muita coisa não mudou... quero dizer, o mundo mudou e muito, mas muitas coisas não..

 

O meu coração está preso.
...
 
As correntes que se soltam dentro do meu peito
Levam tempo a cair...
É momento de me levar pela liberdade...
E ver o tempo partir.
Ando agarrado a uma coisa que não tenho.
Mas, que em tempos pensei que pudesse Ter..
Pelo seu excelente desempenho...
Abri os olhos e vi... que é a mim que ela não quer.
Fiquei preso, como se numa jaula ficasse...
Á espera que tudo  passasse...
Afinal nada passou .
O amor ficou.
E a saudade também.
Jaula feita de amor e paixão.
Que enrolou correntes em volta do meu peito...
E apertou-me o coração...
Sufoco de desespero e de estupidez...
O que o amor não me faz e já me fez.
Tenho liberdade parcial...
As correntes soltaram só o meu peito...
O coração...esse ficou agarrado.
Só se solta quando alguém vier soltar.
Um ser apaixonado.
Que só a mim conseguirá amar.
Quebrará este feitiço.
Desditoso de frieza e malvadez.
O que o amor não faz e já me fez.
Sinto o meu coração enfraquecido.
Para quando um amor eterno?
Serei um ser esquecido...
Dentro deste malvado inferno...
Que se apoderou do meu peito..
E que me cobriu de correntes...
Não deixado que o amor e a paixão
Soltem o meu coração...
Ansiando a felicidade...
E com a vontade...
De ser um Ser em permanente liberdade...
De amar, de sorrir...
De deixar o tempo partir.
Vendo as correntes em seu redor...
Simplesmente cair.
..
Marco Viana
25.3.99  
publicado por Ir0ns às 21:18
link do post | comentar | favorito
|

.Perfil

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Desabafos de duas Almas p...

. Amor, dois corações, um s...

. Anjos

. E se de repente , tudo nã...

. O que é um poema sem títu...

. Tudo não passa de um ilus...

. Um novo recomeço!

. Quando as saudades aperta...

. Poesia e música

. ...

.arquivos

. Setembro 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Março 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds