Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

E se de repente , tudo não passar de um sonho?

Há sempre algo que acontece na nossa vida que tem um motivo, uma paixão é um desses casos. Criamos sonhos, expectativas, ilusões e voamos sem saber onde vamos parar. Depois... depois é que chega o pior, pisamos os pés em terra firme e nos damos conta que a vida não é um sonho e que aquilo que sentimos, puramente se desvanece como um baralho de cartas...

As ilusões levam-lhes o vento, as desilusões são o que ficam e marcam.

 

 

E se de repente

 
 
Eu vi,
Senti,
Pensei,
Remexi,
Lembrei,
Recordei,
E acabei...
No mesmo sítio de onde parti
Sem mesmo me lembrar de lá ter partido!
 
Sentei,
Olhei,
Vazio, nada
Estava só,
Como só tenho andado,
Vagueando por essas ruas desertas
Cheias de gente!
 
Palpitações,
Corpo dormente,
Sente, sente
Paixões,
Ilusões,
Desejo ardente,
De alguém que está ausente,
 
Distância,
Que separa as almas,
Que nestas águas calmas,
De lágrimas descontentes,
Se fazem encontrar,
No desejo de se amar,
Mas, que não se podem cruzar.
 
Assim, aqui fico
Olho,
Choro,
Penso,
Divago,
E não chego a nenhum lado!
 
Daqui não saio,
Observo,
Vejo felicidade a meu redor,
Sem saber alcançá-la.
Navega por entre os dedos,
Acabo por deixar escorrega-la!
 
Medito,
Momento circunscrito
A lembranças que ficam
Que marcam,
Que guardo,
Que levarei comigo,
Não sabendo se consigo,
Deixar ficar a ilusão,
De um dia deixar de sonhar
E ter a minha paixão!
 
Terei que saber,
Que a vida é uma estrada
Onde há que saber sofrer
Exigir, dar e receber,
Saber, perceber
Que por mais doloroso que seja
Tenho que olhar para a frente
E ser capaz de daqui partir
E deixar o meu amor ir!
 
Marco Viana
11-09-2008
publicado por Ir0ns às 20:00
link do post | comentar | favorito
|

.Perfil

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Desabafos de duas Almas p...

. Amor, dois corações, um s...

. Anjos

. E se de repente , tudo nã...

. O que é um poema sem títu...

. Tudo não passa de um ilus...

. Um novo recomeço!

. Quando as saudades aperta...

. Poesia e música

. ...

.arquivos

. Setembro 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Março 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds