Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Desabafos de duas Almas perdidas e Apaixonadas

Há palavras que não conseguem explicar o que duas almas sentem uma pela outra, mas o poema que em seguida se apresenta, as mesmas palavras explicam mesmo o que elas sentem. Um imenso AMOR. Este é o caso de um poema em as mil palavras podem valer o mesmo que uma boa imagem.

 

 

 

 

 

Desabafos de 2 Almas perdidas e apaixonadas

  

Amo-te desde o mais profundo do meu ser

Jamais te irei esquecer

És o dono e senhor do meu coração

Aquele que está contigo e vive sozinho na solidão

Amo a beleza do teu olhar

A ternura e o afecto que ele me faz sentir.

Amo a sensação do teu abraçar

O arrepiar e emoções q n quero ver partir.

Amo a beleza do teu ser,

Minha amada,

Razão do meu viver

Amo cada parte do teu corpo, que me faz vibrar

Sonhar e suspirar

De pelo menos, ao de leve, nele poder tocar

Amo cada feição do teu rosto

Cada expressão, cada gesto, cada emoção, cada afecto

Amo a simplicidade do teu ser, oh minha amada, razão do meu viver

Amo as tuas palavras doces

 Que todas as noites sussurras ao meu ouvido

Amo o sabor dos teus lábios

Que todas as noites vou sentindo

Amo a tua maneira de me amar, cada sorriso que lanças,

doce e lindo como de um anjo que só tu consegues ser,

Ficam memórias, alegres lembranças,

amor que não quero e não vou esquecer

Amo-te, oh como amo-te, dona e senhora do meu coração,

que vive em ti, em tamanha solidão

Ele que sonha e desespera, talvez em imensas ilusões,

mas forte nas suas convicções,

de que um dia tudo se tornara realidade

e para nossa imensa felicidade

 junto ficaremos e unimos num só os nossos corações

 minha amada, razão do meu viver.

Parti em pedaços o meu coração,

naquele terrível dia na estação,

memória que me atormenta,

e que a minha alma ja não mais aguenta.

Quando seus degraus subi, percebi, que não voltaria ali mais,

o meu lugar era noutra terra junto de meus pais.

Entendi q apesar da comunhão de sentimento,

estavamos destinados ao sofrimento,

longe vi-te ficar e comecei a chorar.

Desespero invadiu o meu corpo,

Imagens dos dias vividos, eu revi,

e foi aí q conclui,

que o meu coração, esse estava morto.

Ele deixou de bater,

quando te deixou de ver,

a dor e angústia silenciaram-no por dentro,

 tamanho era o seu tormento.

Meu coração bate e batera sempre dentro d ti,

relembrando-te os dias que contigo vivi.

Ele não deixará de bater para que tu meu amor, possas viver

Ele sabe e deseja que o dia do retorno seja infinito, que nunca acabe

A minha vida não tem sentido para mim, que viver assim?

Talvez esse dia de retorno que tanto desejo se realize, deus queira q sim.

Porque será o primeiro dia, do resto dos nossos dias,

em que as nossas almas viverão em comunhão,

com felicidade e muito amor,

este teu meu e meu teu coração.

 

Anjo & Marco (2009-09-15)

 
 
 

 

 

 

publicado por Ir0ns às 21:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

Amor, dois corações, um sentimento

Amor, o que é amar? Que sentimento é este que nos arrebata e nos eleva a seres imensamente sentimentais, que criam laços e união, mesmo que a distância seja um entrave à sua felicidade!! Amar, o que é? O que nos consome, dias e noites, de pensamentos e lembranças, saudades e esperanças? Amor, o que é? Que nos torna mais susceptíveis de pensamentos derrotistas, pessimistas, que nada trazem à felicidade! Amor, o que é? É um sentimento bom e bonito, porque todo o ser apaixonado é um ser bonito interiormente que demonstra a sua paixão exteriormente.

Amor o que é? É o que se explica neste poema, escrito por mim e pelo meu anjo, que amo tanto, mesmo distante do olhar, está sempre cmg, porque o meu coração a ela pertence e o dela a mim sei que pertence...

Amor, dois corações, um sentimento.... isto é o amor!!

 

Por cada lágrima que vertem os teus olhos,

Um pedacinho do meu coração se parte,

Nele percorrem quilómetros de amor,

Litros de carinhos doces e toneladas de afecto,

Nele florescem centenas de rosas, que constituem o teu perfume,

Voam nuvens suaves onde dormes todas as noites,

Navega a brisa marinha  que me leva a toda a hora até ti.

 

És linda como a mais bela manhã de primavera,

 onde no horizonte do mar surge o sol a iluminar o belo céu azul, livre de nuvens!

És linda como a mais bela paisagem de flores bonitas, montes e vales, onde os animais dançam e cantam e tudo o que os rodeia transmite calma, paz e serenidade.

 

És linda como as mais belas historias de amor!

És linda, principalmente, por seres como és, linda em todos os sentidos!

 

Ontem escorreram as minhas lágrimas e as lágrimas do teu coração

que juntos fizeram uma comunhão e soltaram-se para fora, transmitindo a nossa paixão

e saudade.

 

E com um leve perfume, reviveram-se momentos,

Acordaram-se sentimentos,

Lagrimas perdidas cairam,

Tristezas surgiram e tudo porque existe amor.

 

A poesia despertou a curiosidade,

o tempo encarregou-se da felicidade,

o destino fez acontecer,

Agora aqui estás tu comigo a escrever!

 

Juntos partilhamos gostos,

Felicidade,

Desgostos e saudade…

 

Juntos vivemos cada segundo, sentimos um amor tão profundo

que nos enche o coração de tranquilidade.

 

Amamo-nos na lembrança, amamo-nos na saudade,

amamo-nos na esperança, amamo-nos de verdade.

                                                                                                           

 

 

Anjo e Marco

 (28.04.09)

 

publicado por Ir0ns às 22:44
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 1 de Fevereiro de 2009

Anjos

Faz muito tempo que aqui não vinha! Neste tempo, a minha vida deu uma grande volta. Encontrei alguém, por quem vale a pena lutar, amar e desfrutar o que resta da vida, porque nunca sabemos como será o dia de amanhã!

São Anjos que caiem do céu, sem que nós ao menos possamos esperar. São Anjos que pedimos aos céus, que caissem e acabassem por nos encontrar.

Anjos que nos dêem luz, esperança de que a vida melhore. O Mundo entrou numa espiral de desespero, de desconfiança e de falta de esperança, que as pessoas não são capazes de pensar que tudo pode melhorar.

Até pode melhorar, com um simples gesto de solidariedade, ajudando o próximo, estamos a ajudar a nós próprios.

Os Anjos são esses símbolos, mitológicos, religiosos que nos fazem pensar que alguém está de guarda e que nos guia nos bons caminhos. Alguns caiem do céu, deixam as suas asas e se apaixonam.

E eu apaixonei-me por um Anjo! A mais bela de todos os Anjos!

 

 

 

 

 

O Anjo que caiu do céu e veio até mim

 

 

Vivia na solidão do meu ser
Rodeado da multidão a minha alma vivia desesperada
Sabia que lá fora, estaria quem me poderia querer
Mas era difícil descobrir alguém que me era esperada!
 
Viajei, até Fátima, para descobrir a minha paz
Orei, Pedi e rezei
Por alguém que fosse capaz
De me encontrar e me dar a felicidade que desejei
 
Deus ouviu os meus pedidos
Meses depois eu conheci
A mulher que com as suas virtudes e defeitos
Me fez e faz viver sentimentos que nunca vivi!
 
O Anjo que caiu do céu e veio até mim
Vestido de mulher linda e inteligente
Que me ama e eu lhe correspondo que sim
Que lhe amo com todas as forças que tenho em mente
 
O Anjo que me faz pensar
Cada momento, cada hora, cada minuto, cada segundo
O Anjo por quem me fui apaixonar
E com ela viajar pelo Mundo.
 
Deus sabe o que faz
Se lhe pedirmos de coração
Ele é bem capaz
De nos dar a solução!
 
Solução para a felicidade
Nas asas de um anjo ele envia
Doses de paixão e amizade
Que eu nunca teria!
 
O meu Anjo para longe viajou
Comigo no seu pensamento
O meu coração com ela levou
O seu ficou com o mesmo sentimento.
 
Sentimento de amor
Cumplicidade, amizade e paixão
Duas almas gémeas que seguem ao sabor
Daquilo que lhes diz o seu coração! 
 
Por mais que sejam as ondas
Que sejam as marés
Que pelo espaço lancem sondas
E a vida tenha revés!
 
O meu amor, pelo Anjo que veio até mim
Permanece, intacto, forte e aqui
Porque quando amo é assim
E quem amo é a TI!
 
Marco Viana
01-02-2009
 
 
 
 
 

 

publicado por Ir0ns às 11:32
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

E se de repente , tudo não passar de um sonho?

Há sempre algo que acontece na nossa vida que tem um motivo, uma paixão é um desses casos. Criamos sonhos, expectativas, ilusões e voamos sem saber onde vamos parar. Depois... depois é que chega o pior, pisamos os pés em terra firme e nos damos conta que a vida não é um sonho e que aquilo que sentimos, puramente se desvanece como um baralho de cartas...

As ilusões levam-lhes o vento, as desilusões são o que ficam e marcam.

 

 

E se de repente

 
 
Eu vi,
Senti,
Pensei,
Remexi,
Lembrei,
Recordei,
E acabei...
No mesmo sítio de onde parti
Sem mesmo me lembrar de lá ter partido!
 
Sentei,
Olhei,
Vazio, nada
Estava só,
Como só tenho andado,
Vagueando por essas ruas desertas
Cheias de gente!
 
Palpitações,
Corpo dormente,
Sente, sente
Paixões,
Ilusões,
Desejo ardente,
De alguém que está ausente,
 
Distância,
Que separa as almas,
Que nestas águas calmas,
De lágrimas descontentes,
Se fazem encontrar,
No desejo de se amar,
Mas, que não se podem cruzar.
 
Assim, aqui fico
Olho,
Choro,
Penso,
Divago,
E não chego a nenhum lado!
 
Daqui não saio,
Observo,
Vejo felicidade a meu redor,
Sem saber alcançá-la.
Navega por entre os dedos,
Acabo por deixar escorrega-la!
 
Medito,
Momento circunscrito
A lembranças que ficam
Que marcam,
Que guardo,
Que levarei comigo,
Não sabendo se consigo,
Deixar ficar a ilusão,
De um dia deixar de sonhar
E ter a minha paixão!
 
Terei que saber,
Que a vida é uma estrada
Onde há que saber sofrer
Exigir, dar e receber,
Saber, perceber
Que por mais doloroso que seja
Tenho que olhar para a frente
E ser capaz de daqui partir
E deixar o meu amor ir!
 
Marco Viana
11-09-2008
publicado por Ir0ns às 20:00
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 3 de Agosto de 2008

O que é um poema sem título

Um poema sem título é um poema que deixa  as pessoas pensar num titulo que queiram, mas este poema, vendo bem, até é capaz de ter um título destacado, porque pode fazer sentido para alguns e nenhum sentido para outros!

Por isso, este poema sem título é para aqueles que gostam de titular ou rotular tudo e, talvez, diga muita coisa a muita gente!!

 

 

 

Definir um espaço de tempo
Definir horizontes
Realçar qualidades
Relativizar quantidades
Exceder nas amizades
E emergir nas igualdades!
Talvez um dia definas-te como alguém especial...
Porque esse alguém já és...
Especial para mim,
Especial para os teus,
Especial para muitos...
Um dia cairás na realidade e saberás o que me dizer...
Mesmo que pouco ou nada digas,
Mesmo que para mim ou para ti, mintas!
Mesmo que não queiras entregar-te à verdade...
Muita modéstia ou alguma vaidade
Orgulho e teimosia...
Talvez não queiras dar-te uma alegria,
E viveres um amor com alguém que te ama...
Com amor e amizade!
Um dia, não agora, mas algures
Sem medo e sem rodeio, digas...
Talvez aquilo que realmente sentes...
Garanto-te, seja o que for que saia da tua boca...
Não te arrependes,
Porque estarei cá e lá para te apoiar...
E o meu amor e amizade te dar!
 
Marco Viana 02/08/08
 

 

publicado por Ir0ns às 14:53
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Março de 2008

Tudo não passa de um ilusão...

Tentamos ser felizes, a muito custo muitos conseguem, outros passam dias, meses, anos à espera que a felicidade lhes bata à porta.  Muitos esperam que o seu coração descanse em paz e que tenha amor para receber, igual ou maior que aquele que tem para dar... mas, por vezes, a felicidade não passa de uma simples ilusão, que tarda a chegar e que, não raras as vezes, chega e evapora...

Ilusão
 
 
Não sei o que vai no coração
Misto de loucura ou somente ilusão
Alma perdida , descabida desilusão
De sofrer, uma e mais outra vez
De amores perdidos de uma ou outra paixão!!
A ferida está sempre aberta
Difícil de sarar
Tal como é difícil achar a pessoa certa
Que por ele possa se apaixonar!
A vida não lhe tem trazido sorte
Ou será que apaixonar pela “tal”
Não é , puramente, o seu forte?
Dar sempre tiros no escuro
Até acertar
Saí sempre um furo
E pode ser, que por sorte, ou acaso,
Na certa consiga acertar!!
Pois, é difícil saber o que vai no coração,
Porque tudo o que se passa, pode ser...
Somente misto de loucura e muita, mas mesmo muita...
Ilusão!!
 
Marco Viana 24-03-2008
publicado por Ir0ns às 23:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Março de 2008

Um novo recomeço!

Há muito tempo que não escrevia para o Blog, mas aqui estou eu de volta para recomeçar a escrever após este tempo todo!!

Agora com o novo ano, vou apostar na vertente de opinão e poesia, para não cansar muito quem lê o blog, isto supondo que alguém o lê!!

Em Março tudo recomeça... e com ele vem a Primavera, o amor andará no ar!!

Tento escrever poesia no intuito de escrever música, mas penso que não tenho jeito para isso, mas pelo menos tento, se houver alguém que componha , podem usar qualquer dos meus poemas para originar uma canção!

 

 

Eu quero
 
A felicidade anda por aí
Só ainda não a descobri
Difícil é encontrar
Depois de achar não mais deixar
 
És tudo o que eu sonhei
Para ficar comigo
Por ti me apaixonei
E deixar-te não consigo
 
Eu quero ...
Eu espero...
Ter-te a ti...
Sempre aqui....
Junto a mim!!
 
Ainda me lembro do primeiro momento
Em que te conheci
Foi forte o sentimento
Aí eu descobri
 
Que estávamos destinados
A ficar os dois
Nunca mais viver separados
E pensar num futuro depois
 
Eu quero
Eu espero
Ter-te a ti ...
sempre aqui...
Junto a mim!
 
Marco Viana 2008-03-04
publicado por Ir0ns às 22:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

Quando as saudades apertam...

Este poema é dedicado a todas as pessoas que, por várias razões, perderam os seus entes queridos e amigos...

A aqueles que partiram, Deus os tenha ao seu lado!

 

 

 

 

Mundos paralelos
 
Partiste...
De mim levaste o que nunca pediste
O coração de amigo, irmão, sobrinho, pai, filho
O sentimento que nos uniu...
E que a morte desuniu!!
 
Fiquei cá...
Vivendo pensando no mundo de lá
No que possas estar a fazer...
Enquanto muito por cá sentem-se a sofrer!!
 
Todas as noites que escurece
E o nosso Mundo adormece
Fico a pensar se estarás aqui
Perto dos que te viram partir
Chorando por ti...
Querendo que toda a nossa vida possa se repetir!!
 
Choramos, rimos, vivemos, dormimos
Mimamos, enfurecemos, gritamos, adormecemos
Saltamos, brincamos, gozamos, perdoamos
Zangamos, beijamos...
 
Agora, que será de nós sem a tua presença?
Resta.nos a crença...
De que no Mundo paralelo ao nosso
Estejas bem e feliz...
Porque um dia iremos nos encontrar
De novo poderemos nos abraçar...
E velhas histórias recordar!!
 
Marco Viana
16.10.2007
publicado por Ir0ns às 20:35
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

Poesia e música

O que é a música sem a poesia? Não seria muito agradavel só ouvir instrumentos, sem palavras... Todas as grandes canções , são , na sua generalidade, grandes poemas... é por isso que muitas pessoas se apaixonam por grande baladas, porque são poemas retirados do coração, sentimentais, bonitos...
Por isso, o meu poema hoje é dedicado ao poeta - músico, espero que gostem!!
Poema,música para o meu ouvido
Bato com o pé no chão
À medida que escrevo
É como se uma batida se desse na minha cabeça
Como se uma melodia surgisse
E o coração se abrisse!
 
Cada palavra, um som
Cada verso, um refrão
Cada melodia, um dom
Cada lírica, a voz do coração!
 
Poema, música para o meu ouvido
Que se vai soltado a cada palavra que escrevo
Cada batida me suga o nervo
E a sonoridade faz-me ficar sentido!
 
Se um músico não pode viver sem a sua música
O poeta não pode viver sem a sua poesia
Para ambos são a sua magia...
Para mim é o culminar da fantasia!
O musico tocaria e tocaria
Eu escrevo... com prazer, quem sabe, capaz de escrever todo o dia?
 
Marco Viana
15.10.2007
publicado por Ir0ns às 16:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

...

É mais que certo e sabido que há muito nao escrevia aqui!! Pois bem, cá estou eu de volta...

A inspiração tem andado pela rua da amargura... ou, secalhar, não tenho é tido muita cabeça para escrever!!

Mas, como o blog serve para editar posts e escrever umas babuseiras.... então aqui fica um novo poema, esperando que gostem!!

 

 

 

 

Apenas a recordar
 
Mais que o entardecer
O olhar distante que percorre a paisagem...
Mais que o escurecer
A distância longa da viagem
 
Todo o tempo do Mundo
É algo que não tenho
Todo o tempo surdo e mudo
Ninguém sabe de onde venho!
 
Sento-me e fico a olhar
Para o vazio, com medo de lá voltar!
Fico-me, por ali, apenas a recordar
Momentos felizes, incapaz de retornar!
 
Com a viagem a terminar
Do mau tempo tive que fugir
Um dia poderei regressar
De momento... só não sei para onde ir!
Marco Viana - 28-09-2007
publicado por Ir0ns às 20:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.Perfil

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Desabafos de duas Almas p...

. Amor, dois corações, um s...

. Anjos

. E se de repente , tudo nã...

. O que é um poema sem títu...

. Tudo não passa de um ilus...

. Um novo recomeço!

. Quando as saudades aperta...

. Poesia e música

. ...

.arquivos

. Setembro 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Março 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds